Postagens populares

Loading...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

15 de julho: Dia do Homem

 

Dia do Homem é forma de chamar atenção para cuidados com saúde


Homens estão mais antenados com a moda, mais preocupados com o visual e com a estética. Não gostam de ficar acima do peso ou de perder os cabelos. Esta sexta-feira (15) é o Dia do Homem. Ninguém sabe ao certo por que esse foi o dia escolhido, mas é uma forma de chamar a atenção para os cuidados com a saúde.

Um dia só para eles? Eles também merecem ser reconhecidos”, diz uma mulher. “Como tem o Dia Internacional da Mulher, tem de ter o Dia Internacional do Homem. Todos os direitos são iguais, afirma um homem.
Na casa do professor Juliano de Lima Lara, os direitos e deveres são iguais. “Tenho amigos que perguntam: ‘Você lava a louça?’ Eu falo: ‘Sim. Qual o problema?’. E eles dizem: ‘Sei lá. Meio estranho’.
Os homens estão mais modernos. “Antes ele tinha de esconder, ser meio machista, ser durão, rígido. Hoje não. Isso para mim é muito positivo”, contou a psicóloga Margarida Dutra de Morais.
Igor não esconde a vaidade. Ele faz a unhas e mais. Ontem mesmo tirei a sobrancelha no salão, confessou.
Depois do casamento, o técnico em eletrônica Claudio Piovesani ficou mais preocupado com a aparência. O homem da caverna não penteava o cabelo, não se cuidava, isso é uma evolução. Minha mulher, por exemplo, gosta que eu me depile, contou o técnico.
É verdade. Os homens estão, sim, mais antenados com a moda, mais preocupados com o visual e com a estética. Não gostam de ficar acima do peso. Perder os cabelos, então, é um desespero. Mas uma coisa que apavora ainda mais os homens é a visita ao médico.
O Dia do Homem foi criado justamente para incentivar os cuidados com a saúde. Se eles fogem do consultório, o médico vai para praça pública. Em Sorocaba, interior de São Paulo, o atendimento é realizado em um ônibus azul. A cada dia, 60 pacientes fazem o exame de próstata. Tem de criar coragem e ver o que dá”, conta um homem. “Não tenho vergonha de fazer. Eu até incentivo as pessoas. É chato, mas tem de fazer”, afirmou o agricultor Juraci Menck.
Em pleno século 21, eles ainda querem ser tradicionais. Naquele tempo a gente só cortava o cabelo e fazia a barba”, diz um senhor. “Eu sou conservador. Homem é como diz o ditado: com ‘H’ maiúsculo”, lembra outro senhor.
fonte:www.faxaju.com.br/

Nenhum comentário: